Fonte original desmente rumor sobre três pilotos em uma vaga na Manor

Com Pascal Wehrlein confirmado como um dos dois pilotos da Manor para 2016 a espera para o anúncio do segundo piloto ainda parece ser uma incógnita.

Mas Alexander Rossi parece estar muito otimista em acertar o contrato, porém, ainda não está nada certo. O indonésio Rio Haryanto, parece ser a ‘pedra no sapato’ para o acerto de Rossi e Manor ainda não ter acontecido, o governo da Indonésia – patrocinador de Rio Haryanto – está decidido à auxiliar o ex-piloto da GP2. Enquanto isso, Will Stevens observa de longe e também aguarda uma resposta positiva e seguir na categoria.

Os rumores que sugeria um ‘rodízio’ com os três pilotos na equipe ganhou repercussão e projetava uma temporada ‘fatiada’, deixando apenas Pascal Wehrlein como piloto definitivo.  Mas o blog que originou o boato – um provável fã-clube da escuderia – tratou de explicar o mal entendido e que ‘não passa de uma hipótese’.

“Na semana passada, recebemos uma dica de uma fonte da Indonésia a respeito dos detalhes da reunião entre os funcionários Manor e Rio Haryanto”, dizia o ‘Manorracingfanblog’.

A equipe parece ter dado um prazo até o próximo final de semana e apresentou uma nova alternativa: “Cinco milhões de dólares por 7 corridas”, relatou o blog.

De certo modo, uma escuderia com três pilotos seria permitida sob às atuais regras vigentes,  as equipes tem permissão para usar quatro pilotos diferentes em toda temporada.