Fisioterapeuta de Rosberg também apoia retorno de Kubica

Mais uma figura respeitada no paddock da Fórmula 1 apoiou o retorno de Robert Kubica à categoria.

No ano passado, Daniel Schlosser era o fisioterapeuta de Nico Rosberg e agora trabalha com Nikita Mazepin, piloto de testes da Force India.

Recentemente, Kubica testou o carro de 2017 da Renault na Hungria, e Schlosser acredita que o braço permanentemente lesionado do polonês não deve ser um obstáculo para seu retorno.

“Ele ainda tem músculos muito bons em seu braço direito – só o volume não é tão grande”, declarou ele à ‘Sport Bild’.

Alguns expressaram surpresa com o fato de Kubica ainda poder pilotar bem com um braço visivelmente danificado, mas Schlosser não está entre eles.

“Nico (Rosberg), por exemplo, sempre teve bastante tensão em seus pulsos, então ele tinha de treinar intensamente seus braços. Mas outros pilotos são mais leves no volante devido a uma técnica diferente. Nick Heidfeld era um deles, e provavelmente Kubica também. Eles nunca tiveram de treinar tanto quanto os outros”.

Ao ser questionado como Kubica pode contornar curvas fechadas à esquerda com seu braço direito comprometido, ele respondeu: “Ao invés de empurrar com o direito, você pode puxar com o esquerdo. E dependendo da técnica, isso pode ser ainda mais eficiente”.

E baseado nas evidências vistas até agora, Schlosser acha que Kubica pode retornar à F1. “Na Hungria, ele teve um programa bem difícil em altas temperaturas, o que foi duro para alguns jovens pilotos. Qualquer um que consiga suportar aquilo também pode suportar um GP”.