FIA confirma intenção de introduzir ‘halo’ em 2017

O halo de proteção do cockpit deverá ser introduzido na temporada 2017 da Fórmula 1, confirmou a FIA.

A Ferrari experimentou o sistema durante o segundo teste de pré-temporada no início de março. Uma avaliação de risco detalhada deverá ser realizada, e um grupo de trabalho liderado por Mercedes e Ferrari foi formado para isso.

Apesar da Red Bull ter desenvolvido seu próprio dispositivo de proteção, Charlie Whiting, diretor de provas e delegado-técnico da FIA, trabalha para que o halo esteja presente nos 22 carros no próximo ano.

“Nós testamos extensivamente o chamado halo”, disse Whiting em uma coletiva de imprensa no Albert Park de Melbourne. “Vai oferecer uma proteção muito boa contra uma roda ‘voadora’, por exemplo. Foi testado principalmente pensando neste tipo de acidente”.

“Precisamos analisar outras coisas relacionadas, como a extração do piloto, conversar com a equipe médica, mas creio que tudo está correndo muito bem”.

“Sobre o dispositivo da Red Bull, ele está consideravelmente atrás em termos de desenvolvimento. Nunca foi testado. Poderia oferecer uma proteção adicional, mas tenho minhas dúvidas sobre a possibilidade de ser implementado para 2017. Quanto ao halo, creio que pode”.