Ferrari terá atualização de asa e motor para o GP da Rússia

A Ferrari redobrou os esforços com o intuito de conseguir sua primeira vitória na temporada de Fórmula 1 no GP da Rússia que acontece nesse final de semana. Para isso introduziu uma nova asa dianteira e também uma atualização de seu motor.

Com a volta ao trabalho em tempo integral do diretor-técnico James Allison, após a morte de sua esposa, a equipe de Maranello está fazendo de tudo para encontrar detalhes que poderão fazer a diferença em sua disputa com a Mercedes.

Para este final de semana na Rússia, segundo informações do site norte-americano ‘Motorsport.com’ a Ferrari irá introduzir uma nova asa dianteira tanto para Sebastian Vettel quanto para Kimi Raikkonen.

Isso dá esperança de que essa etapa poderá ajudá-los a explorar todo o potencial do SF-16H e permitir que possam recuperar alguns pontos de confiabilidade tendo em vista os problemas apresentado nos motores.

Como revelado na semana passada, a Ferrari também decidiu continuar com as melhorias de combustão para o motor. As modificações devem permitir-lhes aumentar a taxa de combustão dentro do cilindro – o que levará um aumento do fluxo de gás do escape resultando em um melhor desempenho do turbo.

Com isso esepera-se uma melhora não só na potência mas também na eficiência do Sistema de Recuperação de Energia que tem sido apontado como uma área onde melhorias precisam ser feitas.

As alterações do motor significam que, enquanto Raikkonen passará a utilizar sua segunda unidade de potência, Vettel usará a terceira das cinco autorizadas para este ano.

Essa situação pode parecer extrema diante apenas da quarta rodada do campeonato, mas a Ferrari insiste que isso não os comprometerá já que as unidades mais antigas terão um bom desempenho em locais como Mônaco e Cingapura onde a potência não é tão exigida.