Ex-chefe da McLaren, Whitmarsh retornará à F1 como consultor da FIA

O ex-chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, deve retornar a uma função na Fórmula 1 depois de aceitar uma posição de consultoria temporária com a FIA, segundo o site ‘Autosport’.

Whitmarsh saiu da F1 em 2014 depois de ser demitido do cargo de CEO da McLaren no final de 2013, quando Ron Dennis voltou a controlar a equipe.

Mas depois de demitir-se para assumir uma posição consultiva no final do ano passado, Wthitmarsh já se tornou envolvido com as corridas de automóveis.

Em novembro, Whitmarsh foi confirmado como um representante no ‘Formula E’s Global Advisory Board’ (Conselho Mundial da Fórmula E), que foi presidido pelo quatro vezes campeão mundial da F1 Alain Prost.

Agora, Whitmarsh vai trabalhar com a FIA para ajudar a federação a introduzir regras de controle de custos na F1 – que podem incluir um teto orçamentário.

O conhecimento de Whitmarsh sobre comandar uma equipe e sua experiência como presidente da Associação das Equipes de F1 entre 2010 e 2012 o deixam bem posicionado para identificar como os melhores controles financeiros podem ser implementados de modo efetivo.

Matteo Bonciani, chefe de comunicações da FIA, confirmou: “Whitmarsh aceitou um convite para trabalhar com a FIA em uma base temporária a fim de ajuda-la na definição do regulamento financeiro visando uma competição justa e sustentável no campeonato mundial de F1”.

Detalhes adicionais a respeito da nova função de Whitmarsh deverão ser divulgados após uma reunião do Grupo de Estratégia na quinta-feira.