Equipes da F1 concordam em mudanças aerodinâmicas para favorecer os patrocinadores

As equipes de Fórmula 1 concordaram em realizar alterações aerodinâmicas para 2019, para trazer mais visibilidade aos logotipos dos patrocinadores.

Nas últimas temporadas, as considerações dos patrocinadores tornaram-se um fator muito considerável nas discussões sobre mudanças na carroceria.

Durante a reunião do Grupo Estratégico na semana passada, o assunto foi amplamente discutido. As propostas foram exibidas para cinco equipes, e duas ideias foram acordadas e devem ser adotadas para 2019.

As laterais serão alteradas, permitindo uma melhor visibilidade na área das pernas do piloto – considerado um ponto desejado pelos patrocinadores.

Em segundo lugar, um espaço plano na parte superior das asas traseiras será obrigatório.

Ambas as mudanças já foram discutidas pelo Grupo de Trabalho Técnico, com as possíveis implicações de desempenho avaliadas.

Houveram também discussões sobre a simplificação das asas dianteiras, embora nada tenha sido acertado, com a redução de elementos para favorecer os patrocinadores.

No ano passado, as equipes tiveram pontos de vistas conflitantes sobre as “barbatanas” de tubarão, com alguns – com destaque para a McLaren – ressaltando que atrapalhou a visão dos logotipos na asa traseira.

A barbatana foi descartada para 2018, sem planos para seu retorno.