Ecclestone não descarta Monza, mas revela contrato com Las Vegas

Dias depois de declarar que estava certo que Monza permaneceria no calendário, Bernie Ecclestone agora diz que a F1 não precisa de um GP da Itália.

Tem havido muita especulação sobre o futuro de Monza na F1 já que o acordo atual do circuito para sediar o GP da Itália expira no final desta temporada.

De acordo com relatos, tanto Imola e Mugello estão ansiosos para substituir o histórico circuito se os administradores de Monza não conseguirem chegar a um novo acordo com a FOM de Ecclestone.

No entanto, na semana passada parecia ser apenas uma questão de tempo antes que um novo contrato fosse assinado.

“Acho que (Monza) vai continuar a ter um GP”, disse Ecclestone à ‘Gazzetta dello Sport’. “É uma discussão e ainda estamos falando. No final, vamos chegar a uma conclusão, estou certo”.

Dias depois, porém, o supremo da F1 está cantando uma música diferente.

“Monza tem um contrato para este ano, por isso está indo em frente. No próximo ano, é um ponto de interrogação”, disse o britânico.

“Não acho que temos de ter um GP da Itália. Alguém uma vez me disse uma coisa engraçada que não se pode ter a F1 sem uma corrida na França. Mas é o que temos”.

Quanto ao local que poderia substituir a Itália caso um acordo não se concretizasse, Ecclestone revelou que Las Vegas “tem um contrato.”