Diretor da FIA afirma que comissários não analisam consequências dos incidentes ao decidir punição

O diretor de provas da FIA, Charlie Whiting, declarou que as decisões dos comissários de corrida da Fórmula 1 não levam em consideração o impacto de cada incidente ao decidir a penalidade a ser aplicada para os culpados.

A afirmação de Charlie tem ligação na punição dada ao piloto alemão Sebastian Vettel. O piloto da Ferrari colidiu com Valtteri Bottas no inicio do GP da França, que ocorreu neste domingo, 24, e como punição recebeu 5s.

Vettel ainda terminou a corrida à frente de Bottas com ocupando o quinto lugar, enquanto o finlandês cruzou a linha de chegada em sétimo lugar.

“Eles tinham quatro opções: Uma penalidade de cinco segundos, dez segundos, drive through, stop and go”, comentou. “Eles obviamente escolheram a punição de cinco segundos, que foi consistente em relação aos outros incidentes semelhantes, mas se você olhar para as consequências do incidente, então talvez você possa pensar diferente. Os comissários tendem a não fazer isso”.