Dia 8 – Barcelona: Vettel conclui testes e garante Ferrari no topo

Sebastian Vettel se manteve com o tempo mais rápido dos testes de pré-temporada que terminaram hoje no Circuito da Catalunha.

A Ferrari liderou cinco dos oito dias atribuídos, Vettel utilizou pneus supermacios para o tempo de 1:22,852 , um décimo abaixo em referência ao tempo registrado pelo companheiro de equipe Kimi Räikkönen, nos ultramacios.

Vettel também fez uma declaração sobre o ‘halo’,  o aparato que protege a cabeça do piloto em casa de acidente, concordando com Räikkönen que o dispositivo teve um impacto mínimo sobre a visão

A Toro Rosso com Carlos Sainz Jr. foi três décimos mais lento com o ultramacio, tendo gradualmente trabalhado através de vários compostos de pista seca da Pirelli.

Felipe Massa seguiu na Williams, mais de meio segundo para trás, depois de usar o mesmo composto de Vettel, e fazer seu melhor tempo pessoal.

Sergio Pérez teve problemas em seu último dia na Force India, chegando a um impasse na Curva 10 na parte da tarde, mas ainda assim fez o suficiente para o quarto tempo utilizando supermacio.

A Mercedes continuou a sua abordagem dividindo as sessões de manhã e à tarde entre seus pilotos, com Lewis Hamilton iniciando e Nico Rosberg assumindo depois do almoço. Hamilton terminou o dia em quinto lugar, parando devido a um problema de transmissão pouco antes do almoço, com Rosberg em 13˚ – ambos os pilotos novamente acumularam quilometragem.

A Red Bull de Daniel Ricciardo terminou em sexto com pneus macios, à frente de Jenson Button, da McLaren, que utilizou ultramacios, e da Renault de Jolyon Palmer, também com supermacios. Palmer sofreu problemas técnicos na Renault, perdendo tempo na parte da manhã devido a um problema hidráulico.

Somando-se a frustração de seus dramas na semana passada, Marcus Ericsson, que usou os macios, completou muitas voltas pela Sauber, compensando a quilometragem que ele perdeu em seu primeiro dia no C35 quando a roda soltou.

Romain Grosjean teve uma sessão muito mais suave na Haas VF-16, desta vez para fora, na sequência de duas escapadas de pista e uma parada durante a sessão de quinta-feira.

Os problemas de Grosjean foram centrados no sistema brake-by-wire, fornecido pelo parceiro técnico Ferrari, mas foram feitas correções durante a noite e a Haas pareceu funcionar já que ele completou a distância de uma corrida.

As equipes agora fazem as malas e se prepararam para a abertura da temporada de 2016 no GP da Austrália, no circuito de Albert Park, entre os dias 18 e 20 de março.