Dia 7 – Barcelona: Raikkonen lidera e Massa surpreende

Kimi Raikkonen cravou o tempo mais rápido da pré-temporada até agora no penúltimo dia de testes no Circuito da Catalunha, em Barcelona, enquanto a Ferrari também estreou um proposta de proteção de cockpit.

Raikkonen testou vários pneus até cravar 1:22.765 nos ultramacios, quatro décimos mais rápido do que a Williams de Felipe Massa, que usou os macios.

O tempo de Raikkonen foi quase um décimo melhor do que a marca de 1:22.810 do seu companheiro de equipe Sebastian Vettel da semana passada, no mesmo composto ultramacio.

Raikkonen também completou sua primeira volta do dia com o dispositivo de segurança ‘halo’, que envolve três pontos de apoio de uma estrutura que envolve o cockpit.

Nico Hulkenberg, da Force India, e Max Verstappen, da Toro Rosso, juntaram-se à Raikkonen nos testes dos pneus ultramacios, cerca de meio segundo atrás.

A Mercedes continuou a separar seu cronograma entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton, com ambos os pilotos novamente alcançando a distância de uma corrida no F1 W07 Hybrid.

Rosberg terminou seu dia em quinto, enquanto Hamilton ficou bem para trás em 11˚, com as “Flechas de Prata” cravando seus melhores tempos com os pneus médios.

Felipe Nasr acumulou uma grande quilometragem para a Sauber nesta quarta-feira, enquanto Marcus Ericsson parou fora da pista, ao completar uma simulação de corrida completa no C35.

Nasr, que usou pneus macios, ficou logo à frente da McLaren de Fernando Alonso, nos supermacios, e Pascal Wehrlein, da Manor, nos ultramacios.

Daniil Kvyat dedicou sua manhã para treinar pit-stops com a Red Bull, antes de trabalhar para cravar um tempo suficiente para ser apenas o nono colocado, tempo cravado com pneus macios.

A Renault perdeu boa parte da tarde ao fazer mudanças no carro de Jolyon Palmer, mas eventualmente enviou o britânico – atrapalhado por problemas técnicos na semana passada – para uma simulação de corrida.

Romain Grosjean fechou a tabela de tempos já que a Haas enfrentou mais problemas técnicos, o VF-16 duas vezes foi parar na brita por razões a ainda serem confirmadas.

Grosjean, que primeiro escapou na Curva 4 logo antes do almoço, e rodou na Curva 1 à tarde, voltou para a pista no final do dia para completar mais do que a distância de uma corrida.

Grosjean teve mais uma parada no fim da sessão, no entanto, estacionando seu carro na aproximação do hairpin, causando o fim da sessão cinco minutos antes do que o planejado.

Os testes da pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona se encerrarão amanhã.