Depois dos incidentes em Interlagos, Florianópolis recebe contato da Fórmula 1 para corrida após 2020

Depois dos incidentes durante o Grande Prêmio do Brasil, com os assaltos e tentativa de assaltos às equipes da F1, Interlagos poderá perder a tradicional corrida em meio a afirmações do Prefeito de São Paulo, João Doria, de que “a privatização da pista ajudará a minimizar os incidentes”.

“Temos contrato até 2020, o contrato será respeitado porque é uma obrigação de quem adquirir o autódromo. E esperamos que depois possamos renovar por mais dez anos e manter por uma nova década o GP do Brasil de Fórmula 1”, disse Doria.

São Paulo possui contrato com a F1 até 2020, mas o ‘GloboEporte.com’ e a ‘Folha de São Paulo’ confirmaram que após os incidentes do final de semana em Interlagos, Florianópolis recebeu contato para substituir o autódromo paulista para depois de 2020, embora a situação possa “esbarrar em alguns problemas”.

“Ainda sem definição sobre a renovação do autódromo de Interlagos como palco da F1, Florianópolis recebeu contato para substituir a cidade de São Paulo após 2020”, diz a publicação do ‘GloboEsporte.com’.

“Apesar do desejo da capital de Santa Catarina, a situação pode esbarrar em alguns problemas”, continua.

A publicação segue dizendo que nenhum projeto foi oficialmente apresentando, apensar a intenção de realizar a corrida em um circuito de rua que poderia utilizar a Avenida Beira-Mar Norte e a imagem do cartão-postal da cidade, a Ponte Hercílio Luz.

Um dos problemas para a realização da corrida seria a mobilidade urbana, já que a capital de Santa Catarina situa-se em uma ilha, com apenas uma ligação para o continente e enfrenta sérios problemas com longos engarrafamentos.

A publicação também afirma que os representantes do município tratam o caso apenas como uma “sondagem”, sem nenhum caráter oficial.

“Os contatos foram telefônicos e até agora não passaram disso. Com essa situação, os representantes do município tratam apenas como uma sondagem e sem caráter oficial”.