Daniel Ricciardo esperava uma “boa briga” com Nico Rosberg

Daniel Ricciardo foi deixado lamentando o que poderia ter sido depois de um Safety Car Virtual ter acabado com as suas chances no GP dos EUA.

Ricciardo, que largou em terceiro, conseguiu passar Nico Rosberg na saída da primeira curva para separar a dupla da Mercedes logo no começo.

Depois de sua segunda parada, uma estratégia de supermacio/macio/médio, Ricciardo caiu para terceiro, porém tinha esperanças de alcançar Rosberg. Mas o alemão, que usou os médios depois de seu primeiro stint usando macios, recebeu efetivamente um pit-stop “grátis” quando Max Verstappen causou um Safety Car Virtual.

Verstappen teve um problema mecânico na saída do hairpin logo após a metade da corrida, e os fiscais não conseguiram empurrar seu carro, deixando seu carro parado na grama.

O australiano da Red Bull, por fim, terminou a corrida numa distante terceira posição.

“Minha largada não foi exatamente como o planejado – foi ok”, refletiu Ricciardo.

“Nosso plano era tentar superar os dois pilotos da Mercedes… nós ao menos conseguimos Nico, que foi positivo, e parecia que seguraríamos a segunda posição”.

“Então veio o VSC (Safety Car Virtual)… e é assim que é, mas é muito frustrante às vezes”.

“Nico conseguiu me superar durante este procedimento, o que é uma pena, já que pensei que teríamos uma boa briga no final, então sinto muito, mas estava fora do meu controle”.

Os pontos de Ricciardo colocam a Red Bull 53 pontos à frente da Ferrari.