Conheça Baku, no Azerbaijão, próxima etapa da Fórmula 1

No próximo domingo, 19 de junho, às 10h da manhã, as luzes verdes da Fórmula 1 se acenderão pela primeira vez na história em Baku, capital do Azerbaijão. Localizada às margens do Mar Cáspio, a cidade é conhecida por conta da riqueza gerada pelo petróleo, construções do século XII e rica cultura. Com uma área de 2.130 km, atualmente conta com uma população de 2,56 milhões de habitantes.
 
A cidade é dividida em duas partes principais: a cidade velha e a cidade baixa. A primeira é murada, formada por uma estrutura de pedra de oito andares, que data, no mínimo, do século XII. Em seu interior, construções do século XV formam labirintos de ruas sinuosas, e um cenário de tirar o fôlego. No centro, fica o Palácio dos Shirvanshahs, a sede da dinastia soberana do Azerbaijão durante a Idade Média.
 
Fora dos muros, a visão é completamente contrária, mas não menos deslumbrante. Extraordinárias mansões, construídas pelos primeiros barões do petróleo da cidade hoje abrigam lojas de marcas renomadas como Burberry, Harry Winston e Gucci.
 
Pelas ruas floreste uma autentica cultura urbana. Além disso, turistas ouvem uma rica mistura de línguas, graças às várias influências sofridas ao longo dos anos, como turco, iraniano, francês, russo, entre outros. Os jovens, em especial, costumam falar três ou quatro línguas, inclusive, com frequência cada vez maior, o inglês. 
 
Recentemente, a cidade recebeu grandes obras como construções de hotéis luxuosos, atualização de rede elétrica, reforma de estradas e ganhou uma nova ferrovia regional. Na culinária, destacam-se hortifrutis frescos, espetinhos de carne e uma especialidade, os dolmá, os charutos de folha de uva ou repolho recheados com carne moída e tomate.
A partir desse ano, a cidade ganha um atrativo a mais com a realização do GP de Fórmula 1 em um circuito urbano que conta com a maior reta do campeonato, curvas a quase 300km/h e menos áreas de escape do que o tradicional traçado de Mônaco, prometendo fortes emoções da largada à bandeirada final.