Comissários liberam Rosberg depois de investigação

Os comissários do GP da Grã-Bretanha liberaram Nico Rosberg depois de uma investigação depois de uma quebra alegada de regulamento durante a sessão classificatória deste sábado em Silverstone.

Rosberg foi julgado por ter excedido o tempo limite entre as linhas de Safety Car durante o Q1, e foi chamado pelos comissários, juntamente com um representante da Mercedes.

“Violação alegada do artigo 27.5 dos Regulamentos Desportivos da Fórmula 1, por ultrapassar o período de tempo máximo estabelecido pela FIA entre a linha do Safety Car após a saída dos pits e a linha antes da entrada dos pits às 13h05 (locais)”, lê-se no comunicado enviado pelos comissários do GP da Grã-Bretanha.

Depois de olhar alguns vídeos, no entanto, os comissários decidiram não penalizar Rosberg já que ele “não estava numa volta de saída ou entrada nos boxes quando o tempo entre as linhas do Safety Car foi registrado”.

Rosberg então mantém a segunda posição no grid.