Comissão deve definir regras para 2017 até o fim de fevereiro

Os chefes da Fórmula 1 se comprometeram a concluir os regulamentos técnicos de 2017 até 29 de fevereiro após as conversas em Milão, segundo o site da revista britânica ‘Autosport’.

A Pirelli promoveu a reunião em sua sede em uma tentativa de resolver questões relacionadas com as regras de 2017, quando o seu novo contrato entra em vigor.

Bernie Ecclestone, Jean Todt e o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne estiveram presentes, ao lado de vários chefes e pilotos, incluindo Sebastian Vettel, Felipe Massa, Valtteri Bottas e Nico Rosberg.

O tópico principal da agenda foi as preocupações sobre os pneus para 2017, com os pilotos ansiosos para terem compostos que possam forçar, com menor degradação.

A Pirelli deixou claro em muitas ocasiões, que precisa de um programa de teste adequado este ano, se for colocar em prática esses planos. Mas os chefes técnicos da F1 até agora não conseguiram chegar a um consenso sobre um conjunto de regulamentos para 2017.

Corrida contra o tempo para definir as regras

A situação se deteriorou na sexta-feira numa reunião entre o pessoal técnico das equipes e Charlie Whiting, da FIA. A reunião se revelou inconclusiva, a tal ponto que foi indicado um atraso até 2018 – como previamente sugerido pelo chefe técnico da Williams Pat Symonds – sobre as regras.

A razão do prazo de 29 de fevereiro é que a partir de 1º de março a implementação de novos regulamentos ou alterações aos já existentes, exigirá uma aprovação unânime.

Os chefes técnicos devem se reunir em breve, com as reuniões do Grupo de Estratégia e da Comissão da Fórmula 1 marcadas para Genebra em 23 de fevereiro.