Chefão da Fórmula E nega possibilidade de cargo na Fórmula 1

O diretor-executivo da Fórmula E, Alejandro Agag, minimizou as sugestões de que ele vai ajudar na gestão da Fórmula 1 após a aquisição da categoria por John Malone, magnata norte-americano de mídia.

“Não é verdade”, afirmou o espanhol de 45 anos de idade, que fundou a categoria de carros elétricos e é frequentemente ligado ao diretor-executivo da F1 Bernie Ecclestone, ao jornal esportivo ‘Marca’. “O que é verdade é que eu sou próximo dos novos proprietários, porque uma de suas empresas irmãs é a principal acionista da Fórmula E, mas não houve nenhum contato e eu estou bem onde estou”.