Carlos Sainz não está certo de que correrá pela Renault na Malásia

Carlos Sainz deixou Cingapura na segunda-feira, sem a certeza de que havia feito sua última corrida para a Toro Rosso em Cingapura.

O espanhol fez sua estreia na Fórmula 1 para a equipe júnior da Red Bull em 2015, mas será emprestado à equipe de fábrica da Renault no próximo ano.

Quando Sainz cruzou a linha na quarta colocação durante a corrida do último domingo na Marina Bay, o chefe da Toro Rosso, Franz Tost, falou no rádio: “Fique conosco. Nós não queremos deixar você ir”.

Tost fez uma alusão as especulações recentes de que Sainz poderia substituir Jolyon Palmer na Renault já na próxima corrida na Malásia.

Então, quando perguntado se Cingapura era um jeito adequado para despedir da Toro Rosso, Sainz respondeu: “Sim, mas ainda não estou pensando que esta foi a minha última corrida”.

“Eu disse à minha equipe e aos meus mecânicos de antemão para não se preocuparem com o que aconteceria depois. Vamos apenas fazer um fim de semana perfeito”.