Button afirma que GP de Abu Dhabi deve ser sua última corrida na Fórmula 1

Mesmo com contrato vigente com a McLaren até 2018, britânico afirma que dificilmente retornará a pilotar na Fórmula 1. 

O campeão de 2009, Jenson Button está de saída da Fórmula 1. O britânico dará lugar ao belga Stoffel Vandoorne em 2017, mas segue com contrato até 2018, podendo reassumir a vaga de titular. Entretanto, Button admitiu nesta quinta-feira em Abu Dhabi que esta prova em 2016 deverá ser sua última na categoria.

Quando anunciou que deixaria a Fórmula 1 em 2017, Button deixou claro que poderia voltar após o ano sabático, mas agora mudou o discurso e diz que não se vê mais como piloto de F1.

Eu entro neste fim de semana pensando que vai ser minha última corrida. Neste momento eu não quero correr na Fórmula 1 depois daqui”, disse.

Perguntado se isso marcou uma nova perspectiva, ele disse: “Nada mudou. Estou apenas entrando pensando que é o meu último (GP), como eu não quero entrar nele pensando que não é o meu último se for o meu último. É verdade que eu tenho um contrato para 2018, mas neste momento eu não vou estar correndo em 2018”, explicou.

O piloto comentou sobre a opção do contrato ficar vigente até 2018 e foi sincero.

“A idéia do contrato era que, se após três meses, quando eu pudesse comer de tudo feito um idiota, e estaria pensando em coisas para fazer no futuro, poderia sentir que precisasse da Fórmula 1 na minha vida. Neste momento, isso não é o caso, esta é a minha última corrida, e é assim que penso, mas quem sabe, isso pode mudar em seis meses, oito meses, um ano …”, finalizou.