Boullier: “Acho que será ainda mais complicado para a Honda”

A McLaren não pode explicar por que os problemas do motor que arruinaram seu GP do Bahrain não voltaram a acontecer durante o segundo  (e último) dia de testes da Fórmula 1 no circuito de Sakhir e acredita que o bom resultado nos testes de hoje é ainda mais “intrigante” já que não realizou nenhuma atualização de motor nem de chassis.

Depois que os problemas de MGU-H prejudicaram a corrida no Bahrain e o primeiro dia de testes na terça-feira (18/04), a equipe estava incerta do que esperar no último dia.

Stoffel Vandoorne cumpriu toda sua programação sem problemas no motor, estabelecendo o quarto melhor tempo geral e completando 81 voltas.

Mas com a Honda não tendo feito modificações na especificação que teve problemas depois de apenas duas voltas de instalação na terça-feira, o diretor de corridas da McLaren, Eric Boullier, disse que não podia explicar por que as coisas melhoraram tanto da noite para o dia.

“Se soubéssemos… este é o problema, eu não sei”, disse ele quando perguntado sobre uma possível ‘reviravolta’.

“Tudo funcionou perfeitamente, estamos mesmo forçando um pouco em termos de configurações, tentando usar a oportunidade, e tudo está funcionando.”

“Hoje foi um teste adequado, tudo que planejamos pudemos testar e fazer comparações, por isso foi muito bom.”

“Nós mudamos o motor e fizemos 17 voltas ontem, mas não conseguimos encontrar nada de errado com o carro, então eu acho que vai ser ainda mais complicado para Honda entender o que há de errado”, acrescentou Boullier.