Bottas faz melhor tempo; Raikkonen bate

Valtteri Bottas marcou o melhor tempo dos testes até agora para a Mercedes, enquanto o teste da Ferrari foi interrompido por um acidente com Kimi Raikkonen.

O tempo de Bottas de 1:19.310s foi quatro décimos mais rápido do que o feito por ele na semana passada. Felipe Massa foi o segundo mais rápido para a Williams, apenas um décimo do ritmo da Mercedes.

A Mercedes não desperdiçou nenhum tempo em entrar na pista, soltando Valtteri Bottas imediatamente em um período breve com pneus ultramacios. O finlandês fez quatro voltas em torno de 1:21s antes de parar nos boxes.

Em sua primeira saída da semana, Max Verstappen da Red Bull foi rápido, marcando 1:20.432s com pneus macios – o melhor tempo do holandês nos dois testes até o momento.

Após a troca de motor na sessão de terça-feira, a McLaren estava adotando uma abordagem segura para o dia com Fernando Alonso, que só registrou seu primeiro tempo verdadeiramente representativo depois de duas horas na sessão.

Pouco antes do meio-dia, a Mercedes decidiu mudar o ritmo e enviou Bottas para a pista com pneus supermacios. O resultado de 1:19.310s não foi apenas o melhor tempo do dia, mas também a volta mais rápida definida por qualquer piloto durante os seis dias de testes até agora.

Depois de um longo trecho percorrido ontem, Felipe Massa voltou a Williams na sessão da manhã e mostrou bom ritmo mais uma vez, usando os pneus ultramacios para chegar a pouco mais de um décimo da marca de Bottas e dando mais 63 voltas.

Na Ferrari, o início de Kimi Raikkonen para o dia foi frustrado por um atraso de duas horas seguindo o que a equipe descreveu como uma “checagem de sistemas de fluidos”. Uma vez no carro, Raikkonen marcou seu melhor tempo em testes com 1:20.406s, ficando com o terceiro melhor tempo.

Durante a pausa para o almoço, a Red Bull fez uma troca de motor não programada, significando que houve uma demora prolongada para a equipe retomar seu programa na parte da tarde.

Após o almoço, havia surpreendentemente poucos pilotos na pista. Lance Stroll ficou atrás do volante da Williams pela primeira vez nesta semana enquanto procurava reconstruir a sua confiança e consistência após uma série de incidentes na semana anterior.

O canadense foi capaz de aumentar gradualmente a velocidade com pneus macios, fazendo seu melhor tempo até agora com 1:20.579s e, principalmente, não cometendo grandes erros.

Após o atraso da manhã, o dia da Ferrari ficou inesperadamente mais curto quando Kimi Raikkonen perdeu o controle na curva 3 e bateu na barreira externa. Apesar de ser apenas uma pequena colisão, foi o suficiente para terminar o teste da Ferrari após 53 voltas.

Mais atrasos para Jolyon Palmer, que finalmente foi para a pista com apenas 90 minutos restantes. O britânico aumentou sua quilometragem mais permaneceu em última no dia de hoje.

Marcus Ericsson assumiu o Sauber de Pascal Wehrlein na parte da tarde, registrando 44 voltas e um melhor tempo que foi dois segundos atrás de seu melhor anterior.

Romain Grosjean completou um dia tranquilo no Haas, acrescentando 93 voltas ao total da equipe. Sergio Perez também cobriu 97 voltas para a Force India.

Apesar da mudança de motor, a Red Bull foi capaz de cobrir a maior parte da quilometragem de qualquer um no dia, com Verstappen completando exatamente 100 voltas. O Red Bull saiu da pista na curva 12, trazendo a segunda bandeira vermelha. A sessão foi prorrogada por mais alguns minutos, mas uma terceira bandeira vermelha desencadeada por Marcus Ericsson fez com que os testes fossem encerrados.

 

POS Piloto Equipe Tempo Diferença Voltas – Pneus
1 Valtteri Bottas Mercedes 1:19.310s 70 – supermacios
2 Felipe Massa Williams/Mercedes 1:19.420s 0.110s 63 – ultramacios
3 Kimi Raikkonen Ferrari 1:20.406s 1.096s 53 – macios
4 Max Verstappen Red Bull/Renault 1:20.432s 1.122s 102 – macios
5 Lance Stroll Williams/Mercedes 1:20.579s 1.269s 59 – supermacios
6 Lewis Hamilton Mercedes 1:20.702s 1.392s 79 – macios
7 Nico Hulkenberg Renault 1:21.213s 1.903s 61 – supermacios
8 Sergio Perez Force India/Mercedes 1:21.297s 1.987s 100 – supermacios
9 Carlos Sainz Toro Rosso/Renault 1:21.872s 2.562s 92 – macios
10 Romain Grosjean Haas/Ferrari 1:21.887s 2.577s 96 – ultramacios
11 Pascal Wehrlein Sauber/Ferrari 1:23.000s 3.690s 59 – macios
12 Fernando Alonso McLaren/Honda 1:23.041s 3.731s 46 – macios
13 Marcus Ericsson Sauber/Ferrari 1:23.384s 4.074s 46 – macios
14 Jolyon Palmer Renault 1:26.462s 7.152s 29 – supermacios