Bottas concordou com ordem da Mercedes em continuar na pista com o Safety Car

Valtteri Bottas diz que ele estava de acordo com a equipe quando ela decidiu deixá-lo na pista, enquanto os que estavam atrás entraram para os boxes durante o Safety Car em Silverstone.

Bottas liderava o grande prêmio quando a Mercedes decidiu não entrar para uma segunda parada quando o Safety Car entrou na pista para retirada do carro de Marcus Ericsson.

E enquanto Bottas fez o seu melhor para segurar a Ferrari, Vettel acabou atacando ele e conseguindo a vitória.

Bottas terminou na P4 como ele também perdeu posições para Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen.

Ele, no entanto, diz que no momento pareceu ser uma decisão correta.

“Naquele momento, pouco antes do Safety Car, nosso ritmo era muito forte em comparação com a Ferrari e eu estava me aproximando de Sebastian”, disse ele.

“Tivemos uma vantagem no final do primeiro período e o segundo período seria muito longo para nós dois”.

“Sabíamos que um ponto não seria fácil, mas decidimos correr esse risco e tentar vencer. Infelizmente, essa restrição nos pneus médios foi um pouco longa demais”.

“É sempre fácil julgar essas coisas quando já ocorreram, mas no momento em que fizemos o chamado para ficar de fora, eu estava na mesma condição”.

“Eu poderia facilmente ter ficado em segundo lugar hoje, mas decidimos ir em frente. Vou continuar dando tudo e tenho certeza de que um dia vai dar certo”, finalizou o finlandês da Mercedes.

 

Veja os comentários pós-GP da Inglaterra no “Paddock F1Mania” – Classificação do campeonato, nota da corrida, piloto do dia: