Bottas acha prematuro dizer que as ultrapassagens serão ‘impossíveis’ em 2017

Valtteri Bottas disse ser precipitado o julgamento sobre as ultrapassagens na Fórmula 1 em 2017 depois de apenas um Grande Prêmio.

Embora realmente poucas ultrapassagens aconteceram no fim de semana em Melbourne, Albert Park é um circuito conhecido por ser difícil realizar ultrapassagens na F1. Historicamente foi assim.

Isso levou Nico Hulkenberg da Renault afirmar que as ultrapassagens eram “quase impossíveis”, enquanto o presidente da FIA, Jean Todt, sugeriu que era o preço a se pagar por carros mais rápidos e extravagantes.

Bottas pensa que o que aconteceu na Austrália não será repetido em todas as etapas. A respeito da próxima corrida na China, ele comentou que com a grande reta do circuito a história deve ser completamente diferente.

Perguntado se sentiu que as ultrapassagens na Austrália estavam difíceis devido a pista ou as regras, ele disse: “Eu acho que, no geral, vai ser um pouco mais difícil, mas vai depender das pistas”, disse ele ao ‘Autosport’.

“Os circuitos com grandes retas serão corridas muito boas, porque o vácuo tem um efeito maior agora… Então, em alguns lugares vamos ver boas corridas e alguns lugares como Barcelona, será muito difícil ultrapassar.”

“Vamos esperar mais algumas corridas e ver como as corridas são, mas, obviamente, (a Austrália) foi mais complicada do que no ano passado”, acrescentou o finlandês.