“Apenas dois décimos separam Mercedes e Ferrari”, diz Niki Lauda

A Mercedes está sendo mais específica em suas ideias iniciais de que a Ferrari definitivamente reduziu – e muito – a diferença durante o inverno.

Membros da atual campeã mundial vêm enaltecendo as chances da Ferrari neste ano, e agora Niki Lauda, presidente da escuderia, se mostrou preocupado e apresentou um numero bem próximo que separam as equipes.

“Não é culpa da Mercedes se fomos mais velozes nas últimas duas temporadas”, declarou Lauda ao ‘Gazzetta dello Sport’. “Nossa meta é continuar assim, mas acho que a diferença foi reduzida”.

“Na temporada passada, tínhamos uma vantagem de 0.6s sobre a Ferrari, mas eles estão mais perto. A diferença pode ter caído para 0.2s, então tudo pode acontecer”.

Toto Wolff, chefe da Mercedes, concorda. “A Ferrari definitivamente deu um salto”, disse ele à emissora austríaca ‘ORF’.

“Já de 2014 para 2015, eles se desenvolverem muito bem, e agora deram sequência a isso. Se começarmos melhor, não será como no ano passado – estamos falando de dois ou três décimos. Talvez apenas um”.

Wolff também declarou à revista alemã ‘Auto Motor und Sport’: “A Ferrari parece estar muito bem. Nos testes, vimos algumas voltas realmente interessantes que mostram que eles estão no ritmo”.