Alonso é oficialmente liberado para disputar o GP da China

Fernando Alonso foi liberado para o restante do fim de semana da Fórmula 1 na China.

Após completar 12 voltas em seu carro da McLaren em um primeiro treino livre interrompido por duas bandeiras vermelhas devido a incidentes envolvendo Felipe Massa e Kevin Magnussen, Alonso retornou ao centro médico do circuito de Xangai.

Depois de outra série rápida de exames, Alonso foi totalmente liberado.

“Como resultado de um exame médico realizado após o primeiro treino livre, o delegado médico da F1, Prof. Jean-Claude Piette, e o chefe médico do GP da China, Prof. Shiyi Chen, determinaram que Fernando Alonso está apto a participar de todas as sessões restantes deste fim de semana”, afirmou uma declaração da FIA.

“Entretanto, como foi o caso na sessão desta manhã, o piloto foi informado que deve parar seu carro imediatamente no caso de algum sintoma anormal. Como o piloto foi liberado, nenhum exame médico adicional será feito, a menos que ele apresente sintomas anormais”.