Alonso disputará primeiro treino e depois fará novos exames

O piloto da McLaren Fernando Alonso foi provisoriamente liberado para retornar à ação no GP da China deste fim de semana, porém ele fará mais exames médicos no final do primeiro treino livre.

Alonso foi impedido de correr na etapa do Bahrain depois de sofrer uma pneumotórax e quebrar algumas costelas num acidente em alta velocidade na Austrália, iniciado por um contato com Esteban Gutierrez, da Haas.

Alonso retornou ao treino na semana passada e agora passou pelos testes dos médicos da FIA.

“Os comissários ouviram o Delegado Médico da FIA, que em consulta com o médico-chefe do GP da China e os médicos do piloto aconselharam que consideram o piloto provisoriamente apto para participar do evento”.

Alonso será examinado “imediatamente” após a primeira sessão de treinos livres para determinar se ele está bem o suficiente para participar do restante do evento, com o espanhol prometendo não ser muito teimoso.

“Se amanhã no carro eu sentir que não estou 100%, porque esta é uma posição única com as forças G e muitas coisas acontecendo, serei o primeiro a dizer que não corro”, foi citado Alonso dizendo à ‘Sky Sports’.

“A prioridade é marcar pontos e estar 100% na corrida. Imagine que eu não estou bem e precise abandonar no meio da corrida porque não estou em condição de correr? Seria injusto com a equipe”.

O reserva da McLaren, Stoffel Vandoorne, que substituiu Alonso no Bahrain, permanece em ‘stand-by’.