Alonso considerou deixar a Fórmula 1 em 2017: “Talvez fosse o melhor para minha carreira”

Fernando Alonso considerou deixar a Fórmula 1 no final de 2017 para perseguir seu sonho de vencer a “Tríplice Coroa”. O piloto da McLaren no ano passado participou da Indy 500 e esta temporada combina seu programa de F1 com o WEC, no time da Toyota LMP1. Em junho, Alonso vai estrear nas 24 Horas de Le Mans.

“Sim, eu tinha pensando em parar a Fórmula 1 e trocar para outro campeonato”, disse Alongo em entrevista para o ‘F1 Racing’. “Depois que eu corria na Indy 500 no ano passado e depois nas corridas na Áustria e Silverstone, pensei em me concentrar em outro campeonato em 2018. Eu poderia então me comprometer completamente com a Tríplice Coroa e escolher Indy e Le Mans.

“Talvez fosse a melhor coisa para minha carreira, mas, por outro lado, senti que não era hora de fazer algo diferente, não neste momento, não com esses resultados, não com esse sentimento, ainda tenho motivação para trabalhar na Fórmula 1 com a McLaren, acho que este será o ano que tudo pode mudar e estou confiante”.

Alonso não correu o Grande Prêmio de Mônaco na temporada passada para pilotar na Indy 500. A McLaren tornou isso possível para motivar o líder da equipe depois de uma dramática terceira temporada com os motores Honda.

A McLaren agora está com a Renault e Alonso espera por melhorias. Perguntado se ele acredita em uma temporada “normal”, o espanhol disse: “Sim, tudo deve voltar ao normal. Devemos recuperar a sensação de ‘normalidade’ na preparação para os Grandes Prêmios através dos treinos e qualificação e sabemos que podemos estar no top 5. Se fizermos algo especial, podemos até ganhar, tinha perdido essa motivação e preparação, e espero que volte este ano, essa é a expectativa”.