Alonso classifica sua ida ao Q3 como um “belo presente”

Fernando Alonso descreveu sua terceira sucessiva aparição no Q3 como um “belo presente” ao classificar-se em 10º para o GP do Canadá.

Alonso, que terminou em 10º, 11º e 8º nos três treinos livres respectivamente, se deu bem às custas do seu companheiro de McLaren, Jenson Button.

“Estou definitivamente feliz; foi uma boa surpresa hoje, estar no Q3”, disse. “Neste circuito não esperávamos ser competitivos, então é um belo presente”.

Alonso, no entanto, reconhece que a McLaren precisará da chuva para marcar pontos.

“Qualquer coisa pode acontecer com a previsão; esperamos chuva e alguns pontos”, disse.

“Nossa velocidade em linha reta é ruim aqui, então podemos esperar algumas dificuldades em quaisquer batalhas com outros carros. Ainda há uma economia de combustível para fazermos, no nosso caso mais do que para os outros”.

“Mas com alguma chuva, alguma ação na frente, esperamos tirar vantagem”.

Button reconhece que o vácuo que deu a Alonso lhe custou uma vaga no Q3.

“Eu não peguei vácuo na reta oposta e Fernando sim. Até o último setor estava indo bem, mas então perdi porque não tinha vácuo”, disse Button, que largará em 12º.

“De qualquer maneira, largaremos com pneus novos amanhã e tiraremos o melhor deles”.

Ele adicionou: “Meu carro está em posição para estar onde Fernando está: 10º. Isto é basicamente onde estamos e onde temos estado nas últimas corridas. Está tudo certo, mas estamos sempre buscando melhorias”.

“Este é um circuito onde ninguém pensou que estaríamos tão competitivos quanto fomos em Mônaco”.