Abiteboul: “Renault não precisa fornecer motor para três equipes na F1”

A Renault não precisa fornecer motores para três equipes na F1. Essa é a afirmação de Cyril Abiteboul, chefe do projeto de F1 da montadora francesa. Atualmente, não está claro se a Red Bull continuará com a Renault em 2019 ou mudará para a Honda. A Renault impôs um prazo de 15 de maio para a Red Bull, mas estendeu até 31 de maio.

Agora, Abiteboul disse ao jornal ‘El Mundo’ que as conversas só começarão depois de Mônaco. “Tudo começará no final de maio, pouco depois de Mônaco. Não vamos colocar um prazo, porque não é nosso estilo. Mas não podemos adiá-lo indefinidamente.

“Há alguma urgência devido às mudanças nos regulamentos, então se a Red Bull quiser nossos motores, eles devem nos informar. Se não houver acordo, ficaremos na McLaren (e Renault). Não precisamos fornecer para três equipes”, disse ele.

As conversas da Red Bull também podem complicar o desejo da Renault de manter Carlos Sainz em 2019, já que o espanhol está apenas emprestado para este ano.

“Todo nós sabemos sobre o seu contrato com a Red Bull. Também estamos cientes de que, se houver uma vontade de todas as partes, existe uma maneira de acabar com isso. Estamos conversando com a Red Bull sobre todos os tipos de problemas há 12 anos e estou convencido de que haverá muitas ocasiões para falar sobre este assunto em breve”, acrescentou.