Stallone revela que Ayrton Senna pediu que lhe interpretasse em filme biográfico

Sylvester Stallone afirmou que Ayrton Senna perguntou a ele se poderia interpretá-lo em um filme. O ator americano, mais conhecido por seus papéis como Rocky Balboa e Rambo, fez tais comentários em um leilão recente, onde ele ofereceu um capacete doado a Senna para ele.

O piloto brasileiro obteve três títulos mundiais, 41 vitórias e 65 pole-positions em sua carreira na Fórmula 1, que foi encerrada após um acidente fatal no GP de San Marino de 1994. Stallone, por sua vez, já participou de um filme que retratava a antiga CART em 2001: “Driven”.

“Ayrton Senna foi um dos grandes pilotos de todos os tempos e ele queria que eu fizesse sua história de vida”, disse Stallone. “Nós conversamos há muitos anos pelo telefone e ele me pediu, ‘eu acho que (um filme) seria realmente bom… eu gosto de seus filmes’. Eu respondi, ‘muito obrigado”’.

“Eu comecei a estudar o assunto e falamos muito por telefone. Ele disse, ‘deixe-me mostrar as cores (do capacete), as cores amarelas, são muito parecidas com as cores do Rocky’. Então ele me mandou, e é claro que eu nunca tinha visto um capacete assim. E então, infelizmente ele morreu em um acidente horrível, e depois eu decidi que não poderia fazer o filme”, concluiu.

Em 2010, Senna foi o tema de um documentário dirigido por Asif Kapadia, que foi aclamado pela crítica e ganhou vários prêmios, incluindo dois BAFTAs.