Governo argentino deseja retornar ao calendário da Fórmula 1

Um ministro argentino confirmou o desejo do governo de ver a Fórmula 1 retornar ao país sul-americano.

A categoria não corre em Buenos Aires desde 1998, mas Bernie Ecclestone declarou no final do ano passado: “Estamos conversando com eles e pode acontecer”.

Aproximadamente no mesmo momento, a Argentina elegeu um novo presidente, Mauricio Macri, que por sua vez nomeou Gustavo Santos como ministro do turismo.

Em um evento na quinta-feira, Santos afirmou que a Argentina quer garantir vários eventos importantes, incluindo a Copa do Mundo e um GP. Segundo ele, a meta é “fortalecer nosso posicionamento e nossa marca”.

“São desafios dispendiosos e complicados, mas é nossa decisão buscar esses e outros grandes eventos”, disse Santos à agência de notícias espanhola ‘EFE’.