Pat Symonds: Motores soarão mais altos em 2016

Os carros de Fórmula 1 soarão 25% mais altos em 2016 após as alterações nas regras de escape, de acordo com o chefe técnico da Williams, Pat Symonds.

A categoria tem reagido sobre as queixas dos fãs que os motores atuais são muito silenciosos, determinando que a válvula de alívio dos carros, que anteriormente saía no escape principal, agora terá um tubo de escape separado.

Embora Symonds admita que a válvula de alívio “não abra muito” nos motores modernos, com as unidades turbos projetadas para serem o mais eficiente possível, o layout do sistema de escape utilizado em 2014 e 2015 ainda teve um impacto negativo sobre a qualidade do som produzido – criando uma chamada “zona morta” no tubo.

“Livrando-se disso significa que será um pouco mais alto, cerca de 1,5 DB (decibéis)”, disse Symonds. “Mas, na verdade, seus ouvidos percebem as coisas que são ligeiramente diferentes. Portanto, com a válvula fechada você vai perceber algo em torno de 14% mais alto. Com a válvula aberta, será, provavelmente, cerca de 20% a 25% mais alto. Então é bastante significativo”.

E mesmo sem as alterações, Symonds diz que o som do motor da F1 seria mais alto em 2016 já que as fabricantes continuam a fazer avanços no desenvolvimento.