Renault anuncia dois dirigentes para a sua equipe de Fórmula 1

A Renault começou formalmente o processo de efetivação de novos diretores no comando da sua equipe de Fórmula 1, após a aquisição da Lotus. Os franceses anunciaram em dezembro que Jérôme Stoll tinha sido nomeado como Presidente da Grigny (UK) Ltd, uma subsidiária da fabricante que vai operar a equipe de F1.

O diretor da Renault Sport F1, Cyril Abiteboul, permanecerá como diretor da entidade. O proprietário da Lotus e CEO da Genii Capital, Gérard Lopez, vai manter uma participação de 10% na nova estrutura.

A Renault agora anunciou que, em 18 de dezembro, acrescentou ao conselho de administração da Grigny tanto Cyril Abiteboul como o diretor de operações financeiras do Grupo Renault, Thierry Cognet. Os diretores recém-nomeados irão substituir Eric Lux (da Genii) e o investidor da Lotus Andrew Ruhan: ambos se demitiram dos seus cargos em dezembro.

Espera-se que a Renault divulgue no início de fevereiro toda a estrutura de organização para a sua equipe, bem como seus parceiros comerciais, a mudança formal de nome de Lotus para Renault e a pintura de seu novo carro.