Lewis Hamilton pensou que seria possível fazer somente um pit-stop

Lewis Hamilton acreditou que a estratégia de uma parada durante o GP de Abu Dhabi poderia ter sido possível ao tentar superar o seu companheiro de Mercedes Nico Rosberg. Hamilton seguiu Rosberg durante o primeiro ‘stint’, mas chegou perto do rival durante o segundo, antes de Rosberg ir para os boxes para a sua segunda parada na volta 32.

A Mercedes informou Hamilton para prolongar seu ‘stint’ e o britânico sugeriu que ele poderia economizar seus pneus mais duros até o final da corrida, tendo parado na volta 12.

Tendo perdido tempo substancial para Rosberg, Hamilton foi obrigado a ir para os boxes na volta 42 e decidiu usar outro jogo de pneus duros, saindo 12 segundos atrás.

Hamilton diminuiu a diferença para sete segundos, mas não conseguiu ir além e chegou até a perder tempo nas últimas voltas, terminando em segundo, atrás de Rosberg pela terceira corrida consecutiva.

“Eu que, olhando para traz, uma vez que o Nico foi para os boxes eu deveria ter aliviado um pouco e feito aqueles pneus durarem mais”, disse Hamilton, refletindo sobre a sua corrida. “Os pneus ainda estavam bem no fim, então eu pensei que pudesse ter os levados até o final, mas não deu certo”.

“Ir tão longe no segundo ‘stint’ de prova provavelmente não era a coisa certa a se fazer, mas tentamos e fiz o melhor que eu podia”.

Hamilton parabenizou sua equipe Mercedes, já que ele quebrou seu próprio recorde de soma de pontos no Mundial de Construtores ao alcançar 703 pontos.

“Foi um ano incrível, estou feliz como nunca e agora posso aproveitar isto”, explicou. “Eu tenho que tirar o meu chapéu para esta equipe, durante todo o ano eles superaram as expectativas e mostraram que a Mercedes-Benz é a melhor equipe no mundo e estou orgulhoso de fazer parte dela”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *