Carlos Sainz Jr. desmente acordo entre a Toro Rosso e a Ferrari

Carlos Sainz Jr. afirma que ele foi mal citado por vários veículos de comunicação sobre um possível acordo entre a Toro Rosso e a Ferrari para 2016. Na sequência de uma entrevista de televisão com a emissora espanhola ‘Movistar’, Sainz Jr. foi citado como dizendo que a equipe vai correr com os motores italianos na próxima temporada.

Mas quando questionado sobre a situação pelo site holandês ‘GPUpdate.net’, Sainz Jr. deixou claro que seus comentários foram tomados fora de contexto, mesmo que um acordo em última análise se materialize.

“Eu nunca disse a palavra Ferrari. Em primeiro lugar, eu não estou autorizado a isso. Em segundo lugar, eu disse que espero que no próximo ano tenhamos mais potência”, explicou o piloto.

“Eu acho que o entrevistador disse: ‘você vai ter Ferrari no próximo ano, então você está muito mais feliz agora?’. Ele estava assegurando isso. Eu só disse, ‘vamos ver, espero que nós possamos ter mais potência’”, comentou.

A Toro Rosso contou com os motores Ferrari de 2007 a 2013, e uma volta da parceria é dada como certa desde que Red Bull e Renault romperam publicamente. Mas a Red Bull deverá seguir com os motores franceses, sem marca.