Red Bull decide voltar a usar motor antigo da Renault

A Red Bull voltará a uma especificação antiga do motor Renault no GP de Abu Dhabi deste fim de semana, de acordo com o site da revista britânica ‘Autosport’.

Daniel Ricciardo utilizou a unidade atualizada no Brasil, mas não fez muitos elogios, sugerindo que ela não era melhor do que a versão anterior.

Entretanto, a Renault defendeu a potência e a confiabilidade da atualização no Brasil, que lhe permitiu coletar todas as informações necessárias para o desenvolvimento durante o inverno.

Após consultar a Red Bull, foi decidido que Ricciardo voltará à especificação anterior usada até o México, já que a montadora francesa acredita que ela é mais adequada para a configuração que o carro da Red Bull terá em Abu Dhabi.

Como Ricciardo vai utilizar um motor já usado, não haverá nenhuma punição no grid.

A Renault fez um pedido à FIA para usar 11 de seus 12 ‘tokens’ de desenvolvimento e a entidade aceitou, mas apenas sete focando o motor de combustão interna foram utilizados na unidade no Brasil.

Os quatro ‘tokens’ restantes estão voltadas para melhorias no turbo, mas devido à indisponibilidade de partes e à incompatibilidade com o sistema de escape, não foi possível introduzir a atualização no Brasil.

Como o novo turbo foi desenvolvido para as unidades de potência da última especificação, ele não será usado neste fim de semana em Abu Dhabi.