Rosberg sobre o interesse dos alemães: “As coisas mudaram desde Schumacher”

Nico Rosberg admite que o declínio do interesse pela Fórmula 1 na Alemanha é “estranho”.

“Foi decepcionante perder o GP neste ano, mas estaremos de volta no próximo”, declarou Rosberg ao diário esportivo espanhol ‘Marca’. “Um campeonato sem a Alemanha foi um pouco estranho, pois precisamos do país”.

“Perdemos porque Bernie quer dinheiro. Além disso, existe o problema de haver um pouco menos interesse do que antes. Vimos no México que todo o entusiasmo e a emoção do público foram incríveis, mas não é assim na Alemanha”.

“As coisas mudaram desde a época de (Michael) Schumacher”, acrescentou Rosberg. “Também vimos isso acontecer com o tênis, que estava em alta quando Boris Becker competia, mas depois houve uma queda”.

Contudo, quando lhe disseram que ele próprio, a Mercedes e Sebastian Vettel estão representando a Alemanha, Rosberg respondeu: “Sim, mas nós não somos Schumacher. É importante compreender o que está acontecendo para tentar melhorar a situação”.