Depois do GP do Brasil, Ferrari acredita que pode alcançar a Mercedes no próximo ano

O diretor-técnico da Ferrari, James Allison, diz que o forte desempenho da Sebastian Vettel no Brasil deu à equipe uma renovada esperança sobre suas perspectivas para 2016.

Vettel terminou 14s atrás do vencedor Nico Rosberg, e apenas 6s atrás de Lewis Hamilton numa corrida que não teve nenhum período com carro de segurança.

“Não fomos ruins, mas nunca em qualquer ponto os fizemos suar, eu acho”, disse Allison. “O carro estava forte, e eles só estavam um triz na nossa frente aqui. Em geral, quando a temporada acaba, nós estamos um pouco mais perto, e, certamente, estamos o suficiente para acreditar que se fizermos um pouco mais durante o inverno, possamos voltar e talvez fazê-los suar um pouco mais”.

Allison deixou claro que a equipe de Maranello já está animada com o potencial do carro do próximo ano. “Os caras que vêm aqui e põem o carro para correr, são as pessoas que forçam tudo ao longo da temporada. Mas, em casa há um grande número de pessoas que estiveram focados no carro do próximo ano, não apenas durante semanas, mas por meses e meses”.

“Todas essas coisas estão se unindo para aquele novo carro, estamos começando a ter uma ideia real do que vamos apresentar para o próximo ano. E isso é apenas um momento emocionante”.

“Esta temporada vai acabar logo, então vou ser capaz de dar toda a minha atenção para isso e é emocionante, assustador, mas excitante”, concluiu.