Massa reclama de desclassificação e afirma: ‘Nem a Williams sabe o que houve’

Piloto foi excluído da prova deste domingo em Interlagos por ter seu pneu traseiro direito fora das especificações permitidas, com um excesso de temperatura e pressão

Felipe Domingues

Longe das pistas da Fórmula 1 pelas próximas duas semanas, Felipe Massa aproveitou o descanso para participar de um jogo de futebol festivo entre pilotos no CT do São Paulo, nesta segunda-feira. Além dele, estiveram presentes nomes como Thiago Camilo, Marcos Gomes e Popó Bueno.

Mas, como não poderia ser diferente, o piloto da Williams comentou sobre sua desclassificação no GP de Interlagos nesse domingo, por apresentar seu pneu traseiro direito 37º C acima do permitido em regulamento no instante da largada.

– (Fiquei decepcionado) Demais, no fim de semana inteiro. Sem dúvidas a Williams não vai ficar quieta, porque o que aconteceu foi muito estranho. Se colocarmos um pneu em uma temperatura de 137º C ele pega fogo. Não há motivo para fazer isso. Não adianta responder, e sim a equipe entender o que aconteceu, porque nem eles sabem o que houve – disse Massa.

A partida teve como objetivo, além da confraternização, entregar presentes às crianças atendidas pelo Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer). Agora, Massa se prepara para a disputa da última etapa da temporada 2015 da Fórmula 1, em Abu Dhabi (EAU), no dia 29 de novembro.

– Ainda temos a última corrida, na qual é importante ter um bom final. Precisamos fazer o máximo em Abu Dhabi e preparar um carro mais competitivo no ano que vem. Esperamos uma temporada melhor que esse ano em 2016 – completou o piloto.