Rosberg dispara que Hamilton procura “desculpas” quando justifica suas derrotas

Lewis Hamilton procura “desculpas” quando não vence corridas, de acordo com seu companheiro de equipe na Mercedes, Nico Rosberg,. No domingo, Rosberg obteve sua segunda vitória consecutiva após largar na pole, mas Hamilton argumentou que “tinha velocidade” para desafiá-lo se a equipe tivesse lhe dado outra estratégia, ou se ultrapassar fosse possível em Interlagos.

Rosberg não concorda. “Na frente, eu tive a vantagem de ritmo sobre Lewis, então é claro que ele não iria me ultrapassar, porque terminei a corrida com seis segundos de vantagem”, disse ele.

Outra teoria é que a recuperação de ritmo de Rosberg – tarde demais para lutar pelo título – coincidiu com as novas e estritas diretrizes da Pirelli em relação ao uso dos pneus há algumas etapas.

“Não, acredito que não”, insistiu o alemão no domingo. “Acho que eu simplesmente melhorei”.

Também foi sugerido que Hamilton simplesmente relaxou na parte final de 2015 depois de assegurar o título, tendo admitido que festejou tanto na semana passada que bateu seu Pagani Zonda em Mônaco. Novamente, Rosberg não está convencido.

“Ele é um rapaz esperto”, declarou o alemão. “Portanto, vai encontrar bons argumentos quando precisar deles”.

Anteriormente, após insinuar no México que a vitória de Rosberg foi garantida pela Mercedes, o vice-campeão de 2015 sugeriu que o britânico estava “procurando algumas desculpas”.