Felipe Nasr satisfeito com o treino, mas punido por bloquear Felipe Massa

Felipe Domingues, Guilherme Cardoso e Luis Fernando Ramos

INTERLAGOS – São Paulo (SP)

O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, não conseguiu passar para o Q3, mas foi além do que imaginava ao final dos treinos livres da sexta-feira. Nasr conseguiu cravar o 11º melhor tempo no treino classificatório, bem à frente do seu companheiro sueco Marcus Ericsson, que foi 14º.

No entanto, por conta de uma punição por ter atrapalhado a volta do seu compatriota Felipe Massa, da Williams, acabou perdendo três posições no grid de largada.

“Para mim, foi uma classificação muito boa. Consegui encaixar uma volta legal na última tentativa. Ontem eu percebi que o carro tinha que melhorar em alguns lugares e hoje ele esteve muito bom. Faltou pouco para entrar entre os 10, então se nos aproveitarmos da posição do (Daniel) Ricciardo podemos ficar numa posição ainda melhor para brigar pelos pontos”, disse o piloto ao F1Mania/LANCE!.

Nasr seguiu a entrevista comentando sobre a situação que lhe rendeu uma punição ao fim do treino.

“Este foi um caso estranho, porque o recado que eu recebi da equipe é que o (Valtteri) Bottas estava atrás de mim e todo mundo estava numa volta lenta. De repente, eles (Bottas e Felipe Massa) trocaram de posição e o Felipe vinha numa volta rápida quando eu estava indo abrir a minha, então foi uma situação difícil”, explicou.

Questionado sobre suas expectativas para a corrida de amanhã, o Felipe da Sauber espera conseguiu aproveitar as que surgirem à sua frente para conquistar pontos.

“Aqui parece ser uma pista difícil de se ultrapassar, então a posição de largada favorece muito as primeiras voltas. Quero aproveitar qualquer oportunidade que venha, corrida a corrida, então se ficar onde estou já estarei numa posição boa para amanhã”, concluiu.