Felipe Nasr satisfeito com a sua sexta-feira e quer pontuar no domingo

Felipe Domingues, Guilherme Cardoso e Luis Fernando Ramos

INTERLAGOS – São Paulo (SP)

O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, fez hoje a sua estreia como piloto titular de Fórmula 1 no autódromo de Interlagos. Nasr já havia corrido no circuito em 2014, mas ainda como piloto de testes na primeira sessão da sexta-feira.

O piloto destacou a estreia, a energia nova que sente estando na sua casa, mas aproveitou para falar dos desafios que enfrentou hoje e o que espera para as próximas sessões até a corrida.

“Daqui do outro lado do autódromo, no kartódromo de Interlagos, desde que comecei minha carreira no kart, eu sempre sonhei com pilotar em Interlagos representante o meu país na principal categoria do automobilismo, que é a Fórmula 1”, disse Nasr sobre sua estreia no circuito.

“Este final de semana está sendo um privilégio, um momento muito legal, uma energia boa que estou sentindo. Estou me sentindo em casa, me sentindo a vontade e depois de um ano de muito aprendizado, muita coisa positiva, é sempre bom ter esta sensação no final da temporada”.

“Dá para sentir um carinho especial vindo da torcida, não só deles, mas também do pessoal que trabalha aqui do autódromo. Eu acho que amanhã e domingo ainda mais teremos uma torcida grande”.

Assim como a grande maioria dos pilotos, Nasr sentiu dificuldade com a área traseira do seu carro e passou a sessão vespertina dedicado a lidar com este assunto. No entanto, ele foi somente o 13º mais rápido do dia.

“Muita gente com problemas nos pneus traseiros. Está todo mundo trabalhando em cima disto e hoje no treino da parte da manhã foi todo focado para coletar informações do carro, que ainda precisávamos, então a maior parte de ajustes para equilibrar o carro foi na parte da tarde”.

“Aproveitei hoje para pegar a mão da pista e ao mesmo tempo trabalhamos na questão de proteger os pneus traseiros”.

“Parece que estamos aqui com um ritmo ainda melhor do que o normal, mas começamos bem. Dá para sentir que o carro precisa melhorar no setor intermediário, no miolo do circuito, onde achei que o carro está um pouco dianteiro, mas, no geral, conseguir acumular quilometragem e foi um bom dia”.

Sobre as expectativas para os próximos dias, Nasr elencou seus rivais e afirmou que quer pontuar em casa.

“Não dá para destacar ninguém. Esta prova sempre tem surpresas e temos que considerar o fator clima que não dá para controlarmos. Do jeito que está (o clima) está legal. Na chuva embaralha tudo”.

“Meu objetivo é pontuar, então estou fazendo de tudo para conseguir o que busco, que é pontuar aqui no Brasil”.

A F1Mania/LANCE! acompanha o GP do Brasil ‘in loco’.