Jean Todt: “Investigação da União Europeia será positiva para a FIA”

O presidente da FIA, Jean Todt acredita que haverá apenas resultados positivos para o corpo diretivo na investigação iminente da União Europeia na Fórmula 1.

A Force India e Sauber se queixaram à Comissão Europeia que a atual estrutura de governo e dos direitos comerciais da F1 é ilegal – porque viola a legislação anti-concorrência.

Em particular, elas sentem que a maneira como as grandes equipes recebem automaticamente a maioria da renda, além de ter exclusiva voz ativa no Grupo de Estratégia de F1, é injusta para as equipes menores.

Todt há muito tempo disse que está descontente com a forma como a estrutura de prêmios na F1 funciona e diz que parte de seu desejo de forçar por um motor padrão barato é porque não pode fazer nada sobre os pagamentos.

Quando perguntado se acreditava que o resultado de uma investigação da UE poderia realmente ser positiva em forçar alguma mudança, Todt disse: “Vai ser irrelevante me antecipar se e o que poderia ser decidido, mas como presidente da FIA, estou muito, muito relaxado sobre isso”.

“Tudo o que vem de fora só pode ser a favor da FIA”.