Presidente da Ferrari não tem interesse em comprar os direitos comerciais da F1

Sergio Marchionne descartou um cenário no qual a Ferrari compraria os direitos comerciais da Fórmula 1.

O ‘chefão’ da categoria, Bernie Ecclestone, indicou que a CVC pode estar pensando em vender os direitos dentro dos próximos meses. Então, a Ferrari poderia estar interessada.

“A resposta é simples: nós não pensamos nisso”, declarou Marchionne, presidente da marca italiana. “É um assunto que diz respeito à FOM, um problema só deles. Há enormes desafios a serem encarados, mas não creio que a Ferrari está interessada em se envolver neles”.

Marchionne disse que a principal preocupação da Ferrari é acabar com o jejum desde o campeonato mundial de Kimi Raikkonen em 2007. A equipe de Maranello pelo menos terminará a temporada 2015 em segundo atrás da Mercedes, mas ele afirmou que a meta é lutar pelo título no próximo ano.

“O carro novo está em desenvolvimento há quase um ano, e estou muito feliz com o trabalho que tem sido feito. No ano passado, enfrentamos dificuldades com o gerenciamento, mas conseguimos reverter a situação. Agora, é importante ter duas boas corridas no Brasil e em Abu Dhabi e iniciar a preparação para 2016?.