Lotus acredita que assinará acordo com a Renault antes da próxima temporada

O CEO da Lotus, Matthew Carter, diz que ele permanece “altamente confiante” que a Renault completará sua compra planejada da equipe sediada em Enstone visando a temporada de 2016.

A Renault assinou uma carta de intenção com a Lotus para adquirir a majoritariedade da equipe no final de setembro, mas o acordo ainda não foi formalmente assinado.

Em uma entrevista ao site oficial da ‘Fórmula 1’, Carter deixou claro que ambas as partes ainda estão trabalhando num acordo, que deve ser completado em breve.

“A Renault divulgou uma carta de intenção, então por trás dos panos a Renault e a Lotus estão trabalhando para assegurar que o acordo seja feito”, disse Carter. “As coisas estão progredindo, mas estas coisas levam tempo. Estou confiante que o acordo vai acontecer, mas como eu disse, leva tempo até tudo ficar certo”.

“Nós sabemos que nos negócios qualquer coisa pode acontecer e enquanto não houver assinaturas nos documentos, o acordo não está concluído – mas a confiança está muito alta!”

Carter admitiu, no entanto, que o pessoal da Lotus continuará trabalhando num carro para 2016 que comporta um motor Mercedes, caso o acordo com a Renault falhe.

“Nós temos duas opções para um motor para o próximo ano; se formos com Mercedes ou Renault”, disse.

“Nós estamos progredindo ao longo do caminho. Nós temos dois projetos para o carro do próximo ano e estamos seguindo em frente com ambas as opções. Mas é um tanto quanto improvável que correremos com motores Mercedes na temporada 2016”.

“Meu palpite é que teremos um motor Renault no próximo ano”.