Ferrari pode fornecer motor defasado para a Red Bull na próxima temporada

A Ferrari reabriu a porta para ajudar a resolver a crise de fornecimento de motores da Red Bull.

Anteriormente, acreditava-se que a equipe italiana, assim como Mercedes e McLaren-Honda, não estava disposta a fornecer unidades de potência à equipe principal da companhia de bebidas energéticas em 2016.

Porém, rumores indicam que a Toro Rosso está prestes a assinar um contrato de fornecimento de motores especificação 2015, e agora um acordo similar também pode ser oferecido à Red Bull.

“A possibilidade de cooperar com a Red Bull continua sendo uma opção, mas não no contexto de eles terem um motor equivalente ao usado pela Ferrari”, declarou Sergio Marchionne, presidente da marca italiana, no evento Finale Mondiali em Mugello.

“Portanto, há uma disposição de fornecer serviços como um projeto paralelo, mas não pode ser o motor que a Ferrari utiliza nas corridas”, disse ele à imprensa italiana.

O interessante é que Marchionne também sugeriu que um acordo Ferrari-Red Bull seria um “projeto totalmente diferente”, envolvendo a Formula One Management liderada por Bernie Ecclestone.

“Bernie foi notificado e nós estamos prontos para implementá-lo, não só para a Red Bull, mas também para outras equipes”, explicou ele. “Contudo, não com a unidade que nós (Ferrari) usamos”.