F-3 Brasil: Iorio supera abandono de sábado e vence no domingo

Em uma manhã de domingo chuvosa em Nova Santa Rita, a pista molhada trouxe grandes doses de emoção à segunda corrida da primeira etapa da Fórmula 3 Brasil no circuito do Velopark. Superando um problema de câmbio que lhe tirou uma vitória quase certa no sábado, Matheus Iorio foi o grande vencedor do dia ao superar, na 19ª volta, o companheiro de equipe – e vencedor da prova do dia anterior – Carlos Cunha. Pedro Cardoso, da Hitech, fechou o pódio em terceiro lugar. Na Light, a vitória mais uma vez ficou com Renan Pietrowski, da PropCar.

Por causa da chuva que caiu logo pela manhã no Velopark, a direção de prova optou pelo procedimento de largada com safety car. Na volta dois a disputa começou para valer – e com algumas escapadas e batidas. Carlos Cunha pulou da sexta para a primeira posição, seguido por Pedro Cardoso e Artur Fortunato. No giro seguinte o carro de segurança foi chamado mais uma vez: Thiago Vivaqua acertou em cheio o carro de Igor Fraga, causando o abandono dos dois; uma curva adiante, Luiz Felipe Branquinho também rodou e abandonou.

Bandeira verde na sexta volta, Fortunato e Guilherme Samaia passaram Pedro Cardoso, no entanto, o campeão da Light de 2015 acabou se precipitando e acertou o carro do piloto americanense na volta seguinte, abandonando a prova e deixando um pneu furado no carro de Artur, que teve de ir aos boxes para realizar a troca. Nisso, Iorio já vinha no segundo lugar.

A terceira intervenção do safety car veio na 11ª volta quando Christian Hahn sai da pista e parou na caixa de brita, precisando ser puxado pelos carros de resgate para voltar uma volta atrás do grupo.

A disputa foi reaberta no 14º giro, e aí Iorio começou a pressionar Carlos Cunha pela liderança da corrida. Na 19ª volta veio a ultrapassagem na curva que antecede a reta principal. Neste intervalo de cinco voltas, os dois abriram 17 segundos para o terceiro colocado, que então era Leonardo de Souza, contrariando a tendência geral – o piloto depois acabou ultrapassado por Pedro Cardoso. O safety car entrou mais uma vez na pista na 23ª volta depois que Leonardo Raucci ficou parado na pista e sob bandeira amarela os pilotos viram a quadriculada.

“O segredo foi largar com calma”, revelou Matheus Iorio. “Logo na saída o Christian Hahn já rodou na minha frente, e eu já sabia que a pista estava bem difícil de guiar. O pessoal estava tentando tudo na primeira volta e aí começaram algumas confusões. O safety car entrou e na primeira volta eu já estava em sexto. Fiz a corrida com calma e até eu passar o Cunha eu vinha administrando pneu, mas depois eu saí esmerilhando tudo porque sabia que ele estava rápido atrás. Então a estratégia dali em diante foi sentar a bota. De 12º para primeiro em uma pista tão pequena como esta, difícil de ultrapassar, mas graças a Deus consegui passar e conseguir a vitória”, comemorou o piloto, que com o resultado parte para a segunda etapa na terceira posição da tabela com 15 pontos, apenas um atrás do vice-líder Pedro Cardoso.

Para Carlos Cunha, perder a vitória a seis voltas do fim não foi de todo ruim. “Larguei em sexto com o grid invertido, e com a chuva consegui fazer uma boa largada pulando para a liderança na primeira curva. Depois eu fui aumentando o ritmo, mas aí a pista começou a secar bastante, e o meu carro estava mais acertado para a chuva. Com o safety car o Iorio chegou”, recordou.

O vencedor da corrida de sábado destacou que em um campeonato longo a regularidade é a principal chave. “Eu não quis forçar muito porque o campeonato é longo, são 16 corridas, e não adianta tentar levar o título na primeira corrida. Se eu forçasse, talvez daria para disputar a vitória, mas de qualquer forma estou bem contente”, afirmou o agora líder do campeonato com 27 pontos.

A segunda rodada dupla d Fórmula 3 Brasil acontece no dia 5 de junho no circuito de Santa Cruz do Sul (RS).

 

Resultado da Corrida 2*
1-) 34 Matheus Iorio – Cesario F3 – 25 voltas em 30min27s (média de 114,1 km/h)
2-) 54 Carlos Cunha – CF3 – a 0s579
3-) 43 Pedro Cardoso – Hitech GP – a 2.251
4-) 91 Leonardo de Souza – Kemba Racing – a 2.975
5-) 27 Matheus Muniz – Prop Car Racing – a 5.223
6-) 95 Yurik Carvalho – Hitech Racing – a 16.543
7-) 48 Renan Pietrowski – Prop Car Racing – 27.461
😎 52 Pedro Caland – Hitech GP – 28.634
9-) 12 Christian Hahn – CF3 – a 1 volta.
10-) 41 Artur Fortunato – A Fortunato F3 Racing – a 1 volta.

NÃO COMPLETOU
11-) 87 Leonardo Raucci – RR Racing – a 7 voltas.
12-) 77 Guilherme Samaia – Cesario F3 – a 17 voltas.
13-) 10 L. Felipe Branquinho – RR Racing – a 23 voltas.
14-) 55 Igor Fraga – Prop Car Racing – 23 voltas.
15-) 36 Thiago Vivacqua – Hitech Racing – 23 voltas.
16-) 3 Leandro Guedes – RR Racing Light – não largou

MELHOR VOLTA: Carlos Cunha, 55s062 (148,9 km/h)

*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

 

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO
F3 A
1-) 54 Carlos Cunha – CF3 – 27 pontos
2-) 43 Pedro Cardoso – Hitech GP – 16
3-) 34 Matheus Iorio – Cesario F3 – 15
4-) 77 Guilherme Samaia – Cesario F3 – 12
5-) 41 Artur Fortunato – A Fortunato – 10
6-) 91 Leonardo de Souza – Kemba Racing – 7
7-) 27 Matheus Muniz – Prop Car Racing – 5
😎 55 Igor Fraga – Prop Car Racing – 5
9-) 95 Yurik Carvalho – Hitech Racing – 5
10-) 10 L. Felipe Branquinho – RR Racing – 3
11-) 12 Christian Hahn CF3 – 2
12-) 36 Thiago Vivacqua – Hitech Racing – 1
13-) 87 Leonardo Raucci – RR Racing F3A – 0

F3 Light
1-) 48 Renan Pietrowski – Prop Car Racing – 30 pontos
2-) 52 Pedro Caland – Hitech GP – 24
3-) 3 Leandro Guedes – RR Racing Light – 0