Petrobras patrocina Pedro Piquet e Sérgio Sette Câmara

Com o objetivo de apoiar a formação de novos talentos no automobilismo brasileiro, reformulamos nosso programa de esporte motor. Com isso, ampliaremos nossa participação no Kart, planejamos trazer a Fórmula 4 para o Brasil e vamos patrocinar os pilotos brasileiros Pedro Piquet e Sergio Sette Câmara na Fórmula 3 Europeia.

A partir deste ano, vamos aumentar de dois para seis o número de premiados na Seletiva de Kart, competição que reúne alguns dos melhores kartistas do Brasil e tem nosso patrocínio desde 1999. Com um apoio financeiro maior, os seis finalistas poderão disputar a Fórmula 4, categoria mais indicada para os recém-saídos do kart e que, atualmente, não é disputada no Brasil. Por isso, estamos também em negociação, em parceria com o Banco do Brasil, para trazermos a Fórmula 4 ao país, a partir da temporada 2017.

A Fórmula 4 é homologada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e nunca foi disputada no Brasil. Atualmente há versões continentais e também edições nacionais em países como Alemanha, Austrália, China, Espanha, Estados Unidos, Japão, Itália, entre outros. A categoria serve de transição entre o Kart e a Fórmula 3.

Para a reformulação do Programa Petrobras Esporte Motor, ouvimos um grupo formado por nomes importantes do automobilismo brasileiro, como jornalistas especializados, ex-pilotos e promotores de eventos automobilísticos. Eles avaliaram que o cenário atual é marcado pela ausência de uma categoria intermediária para o desenvolvimento de novos pilotos. Com a chegada da Fórmula 4, o país terá todas as principais etapas de formação de um piloto: Kart, Fórmula 4 e Fórmula 3. Há ainda estudos para um possível patrocínio, em 2017, a pilotos na Fórmula 2, categoria de entrada na Fórmula 1, completando o ciclo de formação de base até o topo do esporte.

“Após conversas com os especialistas, entendemos que há um vácuo na formação de jovens pilotos brasileiros. Geralmente eles passam do kart diretamente para a Fórmula 3, o que não é o ideal. Com uma categoria-escola como a Fórmula 4, os pilotos poderiam fazer essa transição sem ter de sair do Brasil, e ainda poderíamos ter um melhor aproveitamento dos talentos vindos da Seletiva de Kart Petrobras. O objetivo é criar uma escalada de pilotos desde o kart até, se possível, a Fórmula 1”, explica nosso gerente de patrocínios, Diego Pila.

Dentro desse novo pacote de estímulo ao surgimento de novos talentos, vamos patrocinar os pilotos brasileiros Pedro Piquet e Sérgio Sette Câmara na temporada 2016 da Fórmula 3 Europeia, uma das categorias que possibilitam a chegada à Fórmula 1. Ambos foram selecionados por critérios técnicos. Pedro é bicampeão da Fórmula 3 brasileira e Sérgio foi o melhor brasileiro na temporada 2015 da F-3 Europeia. Nossa marca ficará exposta nos uniformes, capacetes e carros dos pilotos.

“É muito bom ter uma empresa desse porte ajudando no meu futuro. Eu espero poder representar bem a marca Petrobras para que eles continuem me apoiando. Quero andar o melhor possível e impressionar a todos no meu primeiro ano na Fórmula 3 Europeia “, disse Pedro Piquet.

Sérgio Sette Câmara destacou o fato de poder representar uma empresa brasileira. “Estou feliz por levar essa marca no meu carro. A Petrobras é uma empresa que está conectada com o automobilismo desde sempre. Essa é minha segunda temporada na Fórmula 3 Europeia e espero andar bem e aproveitar esta oportunidade. Eu vou dar meu máximo”, disse Câmara.

Conheça os pilotos que patrocinamos:

Pedro Piquet – Nascido em Brasília, tem 17 anos. Foi duas vezes campeão brasileiro de Fórmula 3 (2014 e 2015) com 26 vitórias e 14 pole-positions. Em 2015 recebeu o prêmio Capacete de Ouro, concedido pela Revista Racing. Este ano conquistou duas vitórias internacionais na Nova Zelândia, na categoria Toyota Racing Series, e disputará a temporada 2016 da F-3 Europeia pela equipe holandesa Van Amersfoot Racing. Pedro é filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet.

Sérgio Sette Câmara – Nascido em Belo Horizonte (MG), tem 17 anos. Começou no kart, categoria em que foi bicampeão da Copa Brasil (2010 e 2011), bicampeão do GP Brasil de Kart (2011 e 2012), campeão mundial na categoria X30 World Junior, em Lyon (FRA) (2012) e vice-campeão Brasileiro de Kart (2013). Foi o melhor brasileiro da temporada 2015 da Fórmula 3 Europeia e, em 2016, segue na mesma competição pelo Red Bull Junior Team, contando com o apoio técnico da equipe Motopark Academy (ALE).