Augusto Farfus tem fim de semana difícil no Red Bull Ring, na penúltima etapa do DTM

Após sequência positiva nas últimas etapas, brasileiro completou a corrida deste domingo em 12º na Áustria, mas fora da zona de pontos

A oitava e penúltima etapa da temporada do DTM terminou neste domingo (24), no circuito do Red Bull Ring, na Áustria. Apesar de ser uma das pistas preferidas de Augusto Farfus, e onde ele tem um histórico positivo, o brasileiro teve um fim de semana difícil, saindo sem pontos da rodada dupla, após terminar em 12º na corrida 2.

Largando em 12º, Farfus entrou ainda no fim da primeira volta para seu pit-stop obrigatório – buscando uma estratégia que se mostrou acertada em outras ocasiões neste ano. Mas, nesta corrida, os pneus tiveram um alto desgaste e assim ele foi perdendo performance. Na parte final da prova, Augusto aproveitou a entrada do safety-car para parar novamente nos boxes, para trocar pneus. Assim, ele conseguiu recuperar terreno após a relargada, e completou as 39 voltas na 12ª posição.

No dia anterior, na corrida 1, Farfus largou em 9º, buscando confirmar o resultado dentro da zona de pontos. Porém, ainda no início da prova, numa disputa por posições, o brasileiro acabou saindo da pista em alta velocidade na caixa de brita para evitar o contato com um adversário. Ele conseguiu voltar para a corrida no fim do pelotão, mas teve de abandonar a quinze minutos do fim, pois seu carro estava muito danificado.

O DTM volta a se reunir entre os dias 13 e 15 de outubro, em Hockenheim, para o encerramento da temporada 2017. Seis pilotos estão matematicamente na briga pelo campeonato, que tem Mattias Ekström na liderança.

Augusto Farfus:

“Foi um fim de semana difícil, em que não achamos o equilíbrio do carro. Na corrida 1, tentei evitar o acidente com o Auer, mas isso acabou comprometendo a corrida. E hoje, tentei adiantar o pit-stop para cobrir o risco de um safety-car, mas isso aconteceu só no fim da prova. Daí fiz outra parada e terminei em 12º, mas não foi suficiente para pontuar. Depois de vários finais de semana positivos, tivemos uma etapa em baixa, mas Hockenheim é uma pista em que sempre andamos bem e vamos tentar fechar o ano com chave de ouro lá”.